BH Brokers

A nova realidade, alterada pela pandemia do novo coronavírus e a necessidade do trabalho remoto, fez com que a população ressignificasse o conceito de lar. Agora, além de buscar por imóveis mais confortáveis e amplos, o consumidor incluiu em suas exigências diversos aspectos que impactam diretamente na saudabilidade e no bem-estar. 

Nesse texto, você vai conferir o que mudou no comportamento do consumidor e quais são as características mais buscadas nos imóveis tanto para venda quanto para locação. 

  • O que as pessoas estão buscando nos imóveis?
  • O seu lar é a sua saúde
  • Selo Casa Saudável
  • Imóveis sustentáveis para a sua saúde e do meio ambiente
  • Encontre um imóvel sustentável e bom para a sua saúde

Leia também: BH é uma das melhores cidades para investir em imóveis

O que as pessoas estão buscando nos imóveis? 

A startup EmCasa, especializada em transações imobiliárias, fez um levantamento recente que atestou essa revolução na busca por um lar e mostrou o aquecimento do mercado durante a pandemia em 2020.

De acordo com a empresa, a movimentação do mercado imobiliário se deve à queda da taxa selic para 2%, uma das mais baixas da história, que permitiu que as pessoas financiassem sua casa própria de forma facilitada e mais atrativa. 

Além disso, a pesquisa apontou que, na lista de desejos da nova casa ou apartamento, estão a incidência do sol pela manhã e a presença de varanda. Para diversão, piscina e academia estão entre as preferências apontadas.

Todos esses desejos estão ligados a qualidade de vida e lazer. Abaixo, conheça outros aspectos da moradia que impactam na saudabilidade e bem-estar.

O seu lar é a sua saúde

Manter uma alimentação equilibrada, praticar atividades físicas regularmente e cuidar do psicológico é a chave para uma vida saudável. No entanto, nessa tríade, é necessário incluir também a casa ou o apartamento onde a gente mora. Veja abaixo como algumas características do imóvel podem influenciar na sua saúde.

Luz natural

A incidência de luz natural dentro de casa, especialmente pela manhã, é bastante benéfica para os moradores. Além de deixar o ambiente mais bonito e ajudar a economizar energia elétrica, o sol permite que se abram as janelas mais frequentemente e torna o ambiente mais arejado.

A luminosidade natural pode afetar diretamente o humor, uma vez que a vitamina D ajuda na disposição. Outro impacto se encontra na prevenção contra mofos e bolores, capazes de causar problemas respiratórios nos moradores.

Acústica

Quem mora em grandes centros urbanos e bairros muito agitados já sabe: o barulho frequente e a poluição sonora podem ser ensurdecedores – principalmente em horário comercial. Por isso, muitas pessoas têm optado por imóveis com boa acústica e que bloqueiam os ruídos vindos da rua.

Em tempos de trabalho remoto essa é uma característica ainda mais indicada, já que, cada vez mais, as pessoas precisam de foco e concentração durante o tempo em que estão em casa. A ausência de ruídos também vai contribuir para um estado mental de maior tranquilidade e, consequentemente, mais qualidade de vida, já que os barulhos liberam o cortisol, hormônio do estresse.

PH da água

Sim, a qualidade da água também é primordial em uma residência que oferece qualidade de vida aos seus moradores. Quando seu PH não é básico ou neutro – entre 7 e 9 -, o organismo entende que é necessário ajustar seu próprio PH para se adaptar.

Por conta disso, além das características estruturais de uma moradia, muitas pessoas também têm se atentado à água que vão consumir e como ela pode afetar a sua saudabilidade e o bem-estar.

Radiações nocivas

Na contramão do item anterior, esse é um mal silencioso. Com tanta tecnologia ao redor de nós durante o dia todo, aparelhos eletrônicos podem usar de forma exagerada os campos eletromagnéticos, o que gera radiação nociva à saúde.

Aparelhos celulares e até o wi-fi de casa, que raramente é desativado, podem afetar diretamente o bem-estar dos moradores de uma casa, já que o corpo humano conta com baixa frequência elétrica. Para você ter uma ideia, até a localização de tomadas pode afetar o sono e, consequentemente, a qualidade de vida e a saúde física dos moradores de uma casa.

Materiais de construção

Outro fator importante nas moradias é o material de construção utilizado. Isso porque alguns deles podem liberar altas quantidades de agentes tóxicos ao longo do tempo. Até 2017, por exemplo, o setor de construção civil utiliza o amianto, que foi alvo de estudos que provaram que o material pode causar câncer e doenças respiratórias.

O formaldeído, também utilizado nas estruturas e na decoração, também pode causar diversos problemas de saúde, como asma, câncer e alergias. O seu uso ainda não é regularizado no país, por isso, é importante se informar na hora de buscar por uma moradia que garanta saudabilidade e bem-estar.

Plantas

Durante o isolamento social, a natureza foi decisiva para fazer as pessoas se sentirem melhor dentro de suas casas. Além de deixarem tudo mais bonito, elas ainda purificam o ar e ajudam no equilíbrio da temperatura.

Na hora de escolher uma casa que promova saúde física e mental, fique atento se há presença de plantas e área verde no empreendimento. Você também pode aproveitá-las na decoração da sua casa, deixando sala, quarto e até banheiro mais aconchegante e com a presença marcante da natureza.

Selo Casa Saudável

Com o aumento nas buscas por moradias que contribuam com a saúde e o bem-estar dos moradores, foi criado o Selo Casa Saudável em 2014. Utilizado como certificador de bem-estar, a empresa se baseia na natureza para garantir equilíbrio, qualidade do ar e da água e iluminação natural. 

Além da preocupação com a qualidade de vida, a Healthy Building Certificate, empresa que deu origem ao selo, também é comprometida com a sustentabilidade e com o futuro do planeta. Para os moradores, os benefícios são incontáveis e, de quebra, ainda ajudam na valorização do imóvel.

Imóveis sustentáveis para a sua saúde e do meio ambiente

Além das vantagens de saudabilidade e bem-estar, aqueles que buscam por imóveis sustentáveis recebem outros benefícios. Em Belo Horizonte, a prefeitura municipal resolveu incentivar a compra dessas propriedades por meio da lei Crédito Verde.

A iniciativa funciona por meio da extinção total ou parcial de débitos tributários e não tributários inscritos na dívida ativa do município. A lei não se aplica a dívidas previdenciárias.

Os créditos variam de acordo com as medidas adotadas por cada proprietário e devem ser comprovados com notas fiscais. Também é essencial que as medidas sejam mantidas por cinco anos, ou os benefícios podem ser cancelados e o dobro do crédito concedido deve ser devolvido. 

Encontre um imóvel sustentável e bom para a sua saúde

Está procurando um imóvel que promova saudabilidade e bem-estar para passar pela pandemia de forma mais leve e saudável? Então entre em contato com a BH Brokers e garanta seu imóvel com uma empresa comprometida e que se preocupa com a sua qualidade de vida!

Leia também: Saiba quais são os 4 melhores bairros para morar em BH

BH Brokers

Este artigo foi produzido pela BH Brokers. Gostou? Compartilhe suas sugestões e dicas, nossos consultores vão adorar conversar com você. Deixe seu comentário abaixo!