Guilherme Nogueira

Todo mundo aprecia um ambiente harmônico, que representa paz, conforto e tranquilidade. Ainda mais se esse ambiente for a nossa casa ou local de trabalho. Um toque especial que podemos implementar nos imóveis, para dar aquele aconchego gostoso, é a iluminação zenital.

 

Se você ainda não ouviu falar sobre, chegou o momento de conhecer essa tendência arquitetônica que vai lhe fazer querer implementar em casa e no escritório.

 

Neste artigo vamos explicar em detalhes como essa técnica funciona e quais são as melhores aplicações da iluminação. Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas com a BH Brokers.

 

Aqui você encontrará:

Aproveite seu tempo de leitura e veja também: Estilos de decoração de interiores: como escolher?

Projeto de iluminação residencial

 

Antes de entrarmos em detalhes sobre a iluminação zenital, saiba que um bom projeto de iluminação é capaz de transformar um espaço simples em sofisticado, sendo fundamental na decoração de imóveis. Quem desenvolve um projeto para a sua casa ou imóvel comercial não costuma se arrepender, pois com ele é possível dar destaque aos ambientes de maneira prática, iluminando os cômodos e móveis da maneira certa.

Lâmpadas, spots, plafons, lustres, pendentes e até fitas de led são alguns dos produtos mais utilizados nos projetos de iluminação, mas não saia comprando tudo sem ter antes um bom projeto pensado por um profissional. É preciso ter uma mínima noção do assunto para não haver exageros e acabar pesando o ambiente, causando o efeito contrário do esperado.

 

Tenha em mente que um bom projeto considera a incidência da luz natural; combina decoração com iluminação (direta ou indireta); avalia o tamanho dos ambientes e os pontos que precisarão de mais iluminação. Cada espaço do imóvel terá as suas especificidades. 

 

O que é iluminação zenital

A iluminação zenital é a entrada de luz natural em um ambiente, por meio de pequenas ou grandes aberturas que ficam no teto do imóvel, indicada para residências ou espaços comerciais. Essa técnica da arquitetura é inspirada na astronomia e permite que a luz natural penetre nos espaços, de cima para baixo. 

 

Ao planejar um projeto de iluminação desse porte, é importante ter cuidado e, principalmente, auxílio de profissionais da área, pois um projeto mal estruturado pode superaquecer ambientes, prejudicando a parte estrutural do imóvel e a mobília. 

 

Além disso, é preciso escolher o tipo ideal e o material a ser utilizado, que pode ser de vidro, policarbonato, acrílico e, em alguns casos, materiais artesanais, como o caso da garrafa pet.

 

Vantagens da iluminação zenital

Uma das grandes vantagens da iluminação zenital é o seu uso funcional, já que ela torna-se uma opção de iluminação natural em áreas que não possuem janelas. É o caso de shoppings, museus, fábricas e outros grandes estabelecimentos. Outra vantagem atrelada a essa impossibilidade de janelas é a economia de energia, já que com essa técnica é possível economizar em pontos de luzes artificiais.

 

Alguns modelos dessa técnica ainda permitem uma maior ventilação natural ao ambiente, evitando-se o uso de ventiladores e condicionadores de ar, e incentivam o desenvolvimento sustentável, sendo vistos como uma alternativa econômica e competente.

 

Desvantagens da iluminação zenital

Talvez o maior problema dessa técnica seja a dificuldade de higienização das aberturas, já que é preciso alcançar o teto para esse fim. E nem pense em ignorar esse aspecto. A limpeza é fundamental, pois o acúmulo de sujeira pode prejudicar a entrada de luz no ambiente.

 

O custo é outro fator que pode prejudicar a implementação da iluminação zenital. O investimento é alto, devido às especificidades dos materiais e da instalação, além dos custos com a manutenção. 

 

Tipos de iluminação zenital

 

1. Clarabóia de teto

As clarabóias são aberturas horizontais no teto e podem ser encontradas em três formatos: quadrado, circular e triangular. Elas são capazes de iluminar até oito vezes mais do que uma janela do mesmo tamanho e, por isso, são bastante utilizadas em edificações, além de dar um ar de sofisticação e beleza ao empreendimento. 

claraboia de teto

 

Em residências, é possível encontrar as clarabóias em banheiros, cozinhas, corredores, hall e até nos quartos. Projetos que possuem forro costumam usar clarabóia tubular, que integra tubos à peça tradicional, conectando telhado e teto. A clarabóia com tubos também é uma alternativa para levar luz natural a pontos específicos que precisam ser iluminados.

 

2. Lanternim telhado 

Um dos mais comuns no mercado, o lanternim possui aberturas que auxiliam para maior circulação de ar. Ele apresenta duas faces opostas e translúcidas, orientadas no sentido Norte-Sul, e é indicado para ambientes quentes e com pé-direito alto, proporcionando um ambiente estético lindo e imponente.

 

3. Átrios

Com formato piramidal, o Átrio é utilizado em edificações altas, geralmente instalado no centro do ambiente, distribuindo a luz de forma bastante harmoniosa. É muito comum de ser visto em shoppings centers. 

 

4. Telhas translúcidas

As telhas translúcidas são uma das opções mais acessíveis de iluminação zenital. São instaladas em qualquer ambiente, mas normalmente feitas sob medida. As telhas apresentam maior incidência de aquecimento, por isso seu uso deve ser dosado e bem projetado.

telhas translucidas

5. Sheds

Comuns em fábricas e galpões, os sheds são instalados em telhados com inclinação vertical. Seu resultado é melhor aproveitado com as aberturas direcionadas para o Sul, evitando a radiação solar direta.

 

6. Domos ou Cúpulas

Os domos, também conhecidos como cúpulas, são aberturas centrais que podem ter formatos variados, dependendo da estética que se deseja dar ao local, e considerados o tipo de iluminação zenital com maior alcance. São encontrados com bastante frequência em templos religiosos e ambientes comerciais.

 

Imóveis de alto padrão e de luxo em BH

Como visto neste artigo, a iluminação zenital é capaz de proporcionar sofisticação aos ambientes, característica muito comum e desejada em imóveis de alto padrão. E quando se fala em alto padrão, se fala em BH Brokers, sua consultoria imobiliária de luxo em Nova Lima e Belo Horizonte.

 

Com a BH você encontra imóveis para alugar ou comprar, de médio e alto padrão, sendo luxo e até superluxo, lhe proporcionando a qualidade e sofisticação que seu projeto de vida merece. Com nosso atendimento personalizado, você realiza seu sonho de moradia, incluindo as características que mais deseja em um imóvel. 

Leia também: O que define um apartamento de alto padrão: veja diferenciais

Guilherme Nogueira

Guilherme Nogueira é diretor de marketing da BH Brokers desde sua fundação em setembro de 2014. É formado em Administração de Empresas pelo IBMEC. Corretor de imóveis desde 2010, é especializado no mercado de alto padrão. CRECI MG 34.554.